31 de out de 2011

Terra das Cataratas é o primeiro destino da aventura de três hermanos no Brasil



A Terra das Cataratas é o ponto de partida de uma verdadeira jornada com sotaque latino em solo brasileiro. “Os Hermanos Perdidos no Brasil” é a nova série do canal TruTV, pertencente ao grupo Turner. A produção da Medialand escolheu Foz do Iguaçu para realizar a gravação das primeiras imagens do programa. O reality show será exibido para 15 milhões de expectadores da América Latina em 2012.

Durante 30 dias, três personagens, um paraguaio, um argentino e um uruguaio, viajam a bordo de uma Kombi, ano 1970, por estradas brasileiras. A aventura começa no dia 01 de novembro no Espaço das Américas, no Marco das Três Fronteiras. Um brasileiro recepcionará o trio. Será entregue um envelope com as instruções do primeiro desafio. A produção incluirá ainda imagens de outros pontos turísticos da cidade.

“As imagens dos atrativos de Foz estarão nos lares de 15 milhões de assinantes do canal que mais cresce na América Latina. Os brasileiros também acompanharão o programa através de operadoras de TV a Cabo. É uma mídia muito positiva para o Destino Iguaçu”, comemora o secretário de Turismo, Felipe Gonzalez.

Os aventureiros conhecerão 10 estados brasileiros. O trio percorrerá 25 cidades. O roteiro inclui passagens pelo interior paulista, região histórica mineira, Planalto Central e as praias do Nordeste. O episódio final acontecerá em Touros, no Rio Grande do Norte. O programa tem 13 episódios de 26 minutos.

A cada capítulo, os hermanos descobrem culturas diferentes e convivem com sotaques incomuns da nação tupiniquim. Diariamente, os “três mosqueteiros sulamericanos” enfrentarão desafios, como, por exemplo: conseguir uma estadia em um hotel ou garantir o almoço de um prato típico da região.

A produção do programa promete não facilitar nas provas, que conduzirão os protagonistas até o prêmio final. Diferente de outros programas do gênero, “Os Hermanos Perdidos no Brasil” tem uma boa causa: cada um dos protagonistas será o representante de uma ONG ou instituição.

O vencedor não receberá o prêmio em dinheiro, mas ajudará uma entidade a ganhar doações de materiais, ter espaços construídos ou reformados, como biblioteca, laboratório de informática, entre outros.

A produção do programa tem apoio da Secretaria de Turismo, Sindhotéis (através dos Hotéis Bourbon Cataratas e Viale Cataratas e Hotel Nadai) e também do Parque Nacional do Iguaçu. (AMN)

Fotos: Divulgação

Vote Cataratas: Niclevicz fará travessia de tirolesa nas Cataratas do Iguaçu



O Comitê de Apoio da Campanha para eleger as Cataratas do Iguaçu a uma das Novas Sete Maravilhas da Natureza conta com o apoio de um garoto propaganda de fama internacional. Depois da cena cinematográfica do sobrevoo do dirigível da fundação New Seven Wonders, deve chamar a atenção do público para a eleição do atrativo o alpinista Waldemar Niclevicz. 

Primeiro brasileiro a conquistar o topo do pico Everest e a chegar à K2, a montanha mais difícil de ser escalada, localizada no norte do Paquistão, Niclevicz fará a travessia das Cataratas do Iguaçu de tirolesa, para pedir votos para a atração. Toda a logística para o evento será montada nesta semana. A data da travessia ainda não foi definida, mas deve acontecer entre quinta-feira e sábado, 3 e 5 de novembro. O alpinista estará acompanhado de uma equipe de seis pessoas. 
   
Essa será a segunda vez que Niclevicz, natural de Foz do Iguaçu, repetirá a façanha: em 2001, ele atravessou de tirolesa a Garganta do Diabo, o mais famoso salto das Cataratas do Iguaçu. Na ocasião, ele disse que essa foi uma das mais experiências mais emocionantes de sua carreira. E agora não será diferente.  A travessia terá como apelo a eleição do atrativo. 
   
“Estou vindo exclusivamente para essa ação. As Cataratas são de uma beleza ímpar, singular”. Tive a oportunidade de escalar o Salto Angel, o maior do mundo, localizado na Venezuela, mas nada se compara à emoção de vencer as Cataratas”. E complementou: “como iguaçuense, estou orgulhoso e muito feliz de poder ajudar a mobilizar brasileiros e estrangeiros a votar nas Cataratas”. Haverá transmissão ao vivo pela internet.


      
Segundo Gilmar Piolla, coordenador do Comitê de Apoio à Candidatura das Cataratas, “esse é um evento mediático, para atrair atenção das pessoas à campanha Vote Cataratas e, ao mesmo tempo, divulgar o potencial dos nossos roteiros de ecoaventura".
   
Apoio

Na reta final da campanha, a onze dias para o encerramento do concurso, o Comitê Local de Apoio às Cataratas está reforçando as estratégias e já ganhou o apoio de vários artistas, políticos e da mídia em geral. 

O governador do Paraná, Beto Richa, gravou mensagem convocando todos os paranaenses a eleger as Cataratas do Iguaçu como uma das Sete Maravilhas da Natureza. Artistas do Rio de Janeiro também abraçaram a campanha em prol das Cataratas.  Na semana passada, o ator Odilon Wagner, da Rede Globo, gravou um comercial pela Rede Paranaense de Comunicação (afiliada da Globo no Paraná) explicando como fazer para votar no cartão postal. 
   
O apresentador Ratinho e os cantores Daniel e Zezé di Camargo também aderiram à campanha. Os cantores gravaram VTs de apoio a eleição do atrativo. As redes de televisão SBT e RPC estão preparando matérias para reforçar a reta final da campanha.

Votação 

Estão no páreo 28 finalistas.  Para votar nas Cataratas do Iguaçu a uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, basta acessar o site www.votecataratas.com, ou votar via SMS, enviando a palavra “CATARATAS” para o número 22046. O custo da mensagem é de R$ 0,37 + impostos.

Pelo celular, é possível votar quantas vezes quiser. O link da votação também pode ser acessado pela página do Vote Cataratas no Facebook (www.facebook.com/votecataratas).

JIE

Menor é apreendido com maconha em bar frequentado por vereador



A Polícia Militar encaminhou para a Delegacia do Menor, um menino de 14 anos. Ele estava com maconha. No bar onde o menor estava havia mais cinco, um deles atendia no balcão. No mesmo local também estava o vereador de Foz do Iguaçu, Braiz de Moura.

O menor preferiu não contar se havia recebido apenas a droga de um adulto para ‘livrar’ o dono da prisão ou se iria vender o produto no bairro. O uso de menores para distribuir a droga é conhecido como “aviões”.

A estratégia faz com que os verdadeiros donos não sejam identificados e o menor acaba sendo solto logo após o flagrante. A presença de menores foi denunciada pelo Afronteira no dia 12 de outubro – Data comemorativa a criança. 

Um grupo circulava em bares no centro da cidade. No sábado à noite o flagrante foi feito em dois bairros na periferia da cidade. (ver matéria em vídeo). 


Sônia Vendrame
A Fronteira

24 de out de 2011

De olho na prefeitura de Foz, deputado Reni Pereira flerta com PT


O deputado estadual Reni Pereira (PSB), 2º secretário da Assembleia Legislativa do Paraná, ensaia uma aproximação com o PT para disputar a prefeitura de Foz do Iguaçu, no Oeste.
Bem posicionado nas pesquisas de opinião, o parlamentar do PSB vem sinalizando que poderá abandonar a base de apoio do governador Beto Richa (PSDB) para viabilizar a eleição dele em 2012.
O blog obteve a informação in loco, em Foz, de que Reni torce para que o presidente de Itaipu Binacional, Jorge Samek (PT), permaneça no comando da empresa. O petista desponta como favorito na corrida eleitoral iguaçuense.
Samek já avisou às cúpulas nacional e estadual do PT que só entra na briga pela prefeitura se indicar o próprio sucessor em Itaipu. Há resistências.
Caso Samek fique na Binacional, Reni tem uma fórmula pronta: o jornalista Gilmar Piolla (PT) concorreria na chapa dele como vice.
A promessa incluiria, também, o deputado do PSB vestindo a camisa da candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, ao governo do estado em 2014.
Falta combinar com os russos, como diria o saudoso Mané Garrincha. Piolla não arreda o pé da intenção de ele mesmo encabeçar a chapa do PT em 2012, isto é, se Samek jogar a toalha.
O “socialista” Reni Pereira acredita que uma composição do PSB com o PT, em Foz, seria possível porque os dois partidos fazem parte da base de sustentação da presidenta Dilma Rousseff no Congresso Nacional.
O PSB tem uma relação umbilical no Paraná com o PSDB. Prova disso, Richa deixou o ex-deputado Gustavo Fruet (PDT) escapulir do ninho em nome do apoio à reeleição do prefeito curitibano Luciano Ducci (PSB).

Câmara dá o troco...




Os vereadores ficaram sob fogo cerrado da opinião pública durante a campanha da Acifi e outras entidades, que contestaram o orçamento da Casa de Leis. Agora eles resolveram dar o troco. Esta foi a melhor maneira que encontram para dar uma resposta. Não entenderam? Pois bem, eu explico literalmente: Na manhã desta segunda, 24, o presidente Edílio Dall’Agnol entregará um cheque de R$ 2,2 milhões ao prefeito Paulo Mac Donald.

A devolução é fruto de uma economia de dez meses, período em que o presidente está a frente do legislativo iguaçuense. “A mesa diretora adotou uma série de medidas de controle dos gastos públicos, reduzimos nossas despesas através do corte de gratificações, viagens, diárias, gastos com combustível, telefone e até com material de limpeza”, explicou Edílio.

O orçamento da Câmara para este ano foi de R$ 15 milhões; 14,67% desse valor serão devolvidos ao executivo. O prazo para o repasse termina em dezembro, mas o Presidente da Câmara decidiu antecipar a entrega. “Temos obras urgentes a serem feitas no município”, alertou.

Por lei, a Câmara tem autonomia para aplicar toda a sobra orçamentária e financeira no seu fundo especial. O dinheiro poderia ser destinado, por exemplo, para a construção da nova sede da Casa de Leis, mas identificando as necessidades da população, o legislativo definiu a lista de prioridades.

“Vamos devolver esse valor ao prefeito e sugerir que seja aplicado na duplicação da Avenida Felipe Wandscheer, em asfalto e na construção do viaduto da BR-277, sentido Vila A”, frisou o chefe do legislativo. 

Trevo da BR-277 recebe 37 carros por minuto e Foz segue sem viaduto



O arquiteto urbanista Alexandre Balthazar, um dos representantes da Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu, no Conselho das Cidades de Foz do Iguaçu – ConCidades, defendeu na sessão de interiorização da Assembleia Legislativa a construção de três viadutos no perímetro urbano da BR 277. Os viadutos integram a lista de 18 bandeiras da Acifi que também apóia o movimento Viadutos Já, desenvolvido pela sociedade civil organizada.

Balthazar justificou a necessidade da construção dos viadutos com dados oficiais e inquestionáveis. Ele revelou um levantamento efetuado pelo Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu – Foztrans, que contabilizou a passagem de um veículo a cada segundo e meio no trevo de acesso à Avenida Paraná.

Segundo Balthazar, essa contagem foi feita durante um período de duas horas, entre as 11h30 às 13h30. “Foi contabilizada a passagem, nesse intervalo, de 4.512 veículos, ou seja, 37,6 veículos por minuto”, ressaltou o arquiteto. E esse volume de tráfego pode ser ainda mais, em dias e horários intercalados, visto que são muito comuns grandes filas formadas nos dois lados da Avenida Paraná, no início da manhã e no final da tarde.

Outro dado divulgado pelo arquiteto foi o número de acidentes registrados no perímetro urbano da rodovia, desde a região primária da aduana com o Paraguai até o Portal da Foz, exatamente na conversão da região do Hotel Rafain Palace.

Conforme dados estatísticos repassados pelo chefe da delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Júlio Cezar Kluster, de janeiro até o dia 19 de outubro, data da interiorização, foram registrados 304 acidentes no trecho urbano, com 216 feridos, sendo 40 com gravidade, e oito mortes.  

23 de out de 2011

Orçamento para 2012 deve ultrapassar 500 milhões

A prefeitura de Foz do Iguaçu enviou á Câmara Municipal o Projeto de Lei que estima a receita e fixa as despesas do município para o ano de 2012. A proposta prevê um orçamento de R$ 529 milhões. Desse total, R$ 477 milhões pertencem ao orçamento fiscal e os outros R$ 51 milhões são da previdência dos servidores municipais.

Como em anos anteriores, as maiores fatias do orçamento devem ficar com a Saúde e Educação. A pasta comandada pelo dentista Alexandre Kraemer deve dispor de R$ 152 milhões, enquanto a professora Joane Vilela terá R$ 108 milhões para comandar a sua pasta. Juntas, as secretarias ficam com quase 50% do orçamento, totalizando R$ 262 milhões.

Os principais itens da receita são oriundos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU); Imposto sobre a Transmissao da Propriedade Inter-Vivos (ITBI); Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN); Fundo de Participação dos Municípios (FPM); Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e os Royalties de Itaipu.

Os vereadores devem se reunir, de forma extraordinária, ainda em outubro, para analisar o projeto. A votação poderá ser inserida na pauta da primeira sessão ordinária do mês de novembro, marcada para o dia 03, após o feriado de Finados.


Confira a previsão orçamentária para 2012: 
 

Foz Previdência                                  R$ 51.228.000,00

Câmara Municipal                               R$ 16.750.000,00

Poder Executivo                                 R$ 435.519.000,00

Gabinete do Prefeito                           R$ 897.000,00

Procuradoria do Município                   R$ 9.095.000,00

Secretaria de Governo                        R$ 1.761.000,00

Saúde                                              R$ 152.919.250,00

Educação                                          R$ 108.712.750,00

Juventude e Antidrogas                      R$ 1.053.000,00

Administração                                   R$ 8.464.000,00

Fazenda                                           R$ 31.418.000,00

Assistência Social                               R$ 16.287.000,00

Meio Ambiente e Obras                      R$ 39.550.000,00

Turismo                                           R$ 4.798.000,00

Desenvolvimento Socioeconômico       R$ 1.565.000,00

Planejamento Urbano                        R$ 2.080.000,00

Segurança Pública                             R$ 18.842.000,00

Esportes e Lazer                               R$ 5.478.000,00

Encargos                                           R$ 4.531.000,00

Comunicação Social                           R$ 1.104.000,00

Agricultura                                        R$ 2.209.000,00

Assuntos Internacionais                     R$ 420.000,00

Tecnologia da Informação                  R$ 2.250.000,00

Município                                          R$ 260.000,00

Gestão de Pessoas                            R$ 21.625.000,00

Contingência                                     R$ 200.000,00

Despesas das Fundações                   R$ 2.990.000,00

Fundação Cultural                              R$ 200.000,00

FOZTRANS                                        R$ 6.420.000,00

FOZHABITA                                       R$ 16.183.000,00

FOZPREVIDÊNCIA                               R$ 51.228.000,00

9 de out de 2011

Giacobo lidera gastos da bancada paranaense com R$ 41 mil em setembro



O deputado federal Giacobo (PR), foi o representante paranaense na Câmara que mais levou verbas de ressarcimento no mês de setembro.
Segundo dados disponíveis no próprio site da Câmara, o deputado gastou R$ 41 mil no mês em itens reembolsados pela Casa.
A maior parte foi em material de "divulgação da atividade parlamentar". O deputado gastou R$ 35,1 mil com pagamentos de uma gráfica.
A verba dos deputados pode ser remanejada de um mês para outro. No caso de Giacobo, em agosto ele havia gastado menos: foram R$ 9 mil.
No total, os deputados paranaenses gastaram R$ 312 mil no mês passado em verbas de ressarcimento. Veja a lista abaixo:

Giacobo (PR) 41.460,90
Hermes Parcianello (PMDB) 19.383,35
Assis do Couto (PT) 17.873,04
Alex Canziani (PTB) 16.055,11
Ratinho Júnior (PSC) 15.731,61
Luiz Nishimori (PSDB) 15.458,09
Angelo Vanhoni (PT) 14.798,44
Cida Borghetti (PP) 14.117,85
André Vargas (PT) 12.532,69
Eduardo Sciarra (PSD) 11.921,40
Dilceu Sperafico (PP) 11.461,76
Luiz Carlos Setim (DEM) 10.991,49
Fernando Francischini (PSDB) 10.911,40
Zeca Dirceu (PT) 10.119,39
Alfredo Kaefer (PSDB) 9.798,43
André Zacharow (PMDB) 9.646,69
João Arruda (PMDB) 8.992,52
Rosane Ferreira (PV) 7.433,38
Moacir Micheletto (PMDB) 7.429,14
Rubens Bueno (PPS) 6.078,55
Reinhold Stephanes (PSD) 5.338,82
Dr. Rosinha (PT) 5.177,82
Takayama (PSC) 5.158,41
Leopoldo Meyer (PSB) 5.076,85
Osmar Serraglio (PMDB) 4.748,48
Edmar Arruda (PSC) 4.484,04
Sandro Alex (PPS) 4.257,74
Nelson Padovani (PSC) 3.059,83
Abelardo Lupion (DEM) 2.098,30
Nelson Meurer (PP) 1.052,21
Caixa Zero - Gazeta do Povo

7 de out de 2011

A pesquisa secreta do PT

Foto: Joka Madruga

A contagem regressiva para as eleições 2012 já começou. O Partido dos Trabalhadores (PT), que carrega a bandeira do projeto de Dilma Roussef na cidade, tem nada menos que o diretor Geral de Itaipu, Jorge Samek, de pré-candidato a prefeito.

A sigla já deixou clara a intenção de não ser coadjuvante no processo eleitoral. Os petistas seguem atentos as articulações das outras legendas. Tanto é que uma pesquisa foi realizada para saber a intenção de votos dos iguaçuenses. Alguns filiados tiveram acesso aos principais números.  

Ninguém dá detalhes sobre o assunto. Foram feitas sondagens com os nomes dos principais pré-candidatos a prefeito de Foz. Também foram coletadas opiniões em diferentes bairros. Não foi revelada a quantidade de entrevistados.

Alguns nomes despontaram entre os eleitores. Foram lembrados de maneira espontânea durante as entrevistas. Outros se mostraram fortes entre diferentes classes. A pesquisa também apontou a rejeição de alguns pré-candidatos. O atual governo municipal também foi avaliado. Até mesmo o nome do ex-presidente Lula foi lembrado durante as entrevistas.

Os dados estão sendo avaliados pela direção do partido e não serão divulgados oficialmente. Uma coisa é certa: Os números deixaram os petistas animados.

A tendência é que a candidatura de Samek seja só confirmada ou não durante a convenção do PT, marcada para junho do ano que vem. A indefinição em torno do nome do diretor de Itaipu alimenta o desejo de outros pré-candidatos entre os partidos aliados ao Governo Dilma.

Chico Brasileiro (PC do B) e Nanci Andreola (PDT) despontam, neste momento, como favoritos. Os dois partidos compõem o atual governo local e também integram a base de Dilma, o que favorece uma coligação com o PT, PMDB, PP, PR. DEM e PPS também podem estar juntos. O PTN também se mostra alinhado a esta união. Já o mistério fica por conta do PSC.

Mas, como na política tudo muda a qualquer momento, então, a melhor aposta é ter paciência.