22 de ago de 2011

Vereador propõe audiência pública para debater curso de Medicina

"Se formos esperar a estrutura ideal, não teremos Medicina nunca", afirma Bobato

Um requerimento do vereador Nilton Bobato (PC do B) pede a realização de uma audiência pública para para debater a implantação do curso de Medicina em Foz. A proposição foi aprovada por todos os vereadores na Câmara Municipal.

De acordo com Bobato, a cidade não tem mais a garantia de implantação do curso, por isso é necessário debater com a comunidade a importância do tema e pedir esclarecimentos para o Governo do Estado. A ideia é também solicitar uma posição da reitoria da universidade, que aprovou a criação das vagas em 2010.

No ano passado, o então governador, Orlando Pessuti, e o reitor, Alcebiades Orlando, anunciaram que o sonho de estudar medicina se tornaria realidade em Foz. Uma parceria com o Hospital Costa Cavalcanti foi concretizada e o vestibular já deveria ter ocorrido.

Porém, há poucos dias, o secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, Alípio Leal, afirmou que a Unioeste deveria investir nos cursos que já possui antes de pensar em abrir novos. A declaração motivou o vereador a buscar uma solução para o assunto.

“A cidade precisa de profissionais de medicina, temos uma falta enorme de especialistas, esta seria uma forma de resolver o problema”, destacou Bobato.

A audiência ainda não tem data marcada. Primeiro é preciso consultar a disponibilidade do secretário e do reitor da instituição. 

Com informações Mariana Serafini –ClickFoz

Nenhum comentário: