9 de ago de 2011

Budel quer explicação de Piolla sobre declaração contra o aumento de vereadores

Crédito: Assessoria Câmara Municipal

A posição firme de Gilmar Piolla, da Itaipu Binacional, contra o aumento de vereadores deixou mágoas na Câmara Municipal. O assunto, que parecia encerrado, após a retirada do projeto, ganhará mais um capítulo na sessão de hoje, 09, no plenário do Legislativo.

O vereador Carlos Budel (PSDB) decidiu ressuscitar a polêmica através do requerimento nº 233/2011, onde cobra providências do presidente da Casa de Leis em relação ao comentário de Piolla na rede social Facebook. A declaração foi registrada com exclusividade no blog, inclusive é uma das postagens mais visitadas. Veja ao lado esquerdo da tela.

Na ocasião Piolla revelou: “Se aprovarem o aumento dos vereadores e os gastos da Câmara eu devolvo o Título de Cidadão Honorário que recebi”. O Título foi, inclusive, proposto por Luiz Queiroga em setembro do ano passado e aprovado por unanimidade.

O superintendente da Itaipu fez “campanha” para coleta de assinaturas ao projeto popular da ACIFI, ICVB e OAB, que defende a redução do orçamento da Câmara para 3% e confirma a permanência de 15 vereadores no Legislativo.  "Uma cidade com tantas carências como Foz do Iguaçu não pode se dar ao luxo de destinar até 6% do seu orçamento para cobrir "despesas" da Câmara de Vereadores. Seria clientelismo político”, disse.

O conteúdo do requerimento proposto pelo vereador tucano, ao que parece, pede uma explicação oficial de Piolla aos vereadores. Além disso solicita a retratação sobre a devolução da honraria. O documento será lido, e pode entrar em votação na mesma sessão. Resta saber se haverá aprovação da maioria dos vereadores.

É bom ficar atento ao pronunciamento do autor e de outros vereadores na tribuna. Pode ser que venha mais polêmica por aí. Pode ser também que seja apenas “chifre na cabeça de cavalo”. Qual o seu palpite?

Um comentário:

Andre Alliana disse...

Defendo que a Câmara tivesse mais representantes e menos custos, em especial a vergonha que é cada Vereador ter 4 assessores ganhando 6 mil por mês.
Defendo também o Direito a manifestação pública de quem defende uma ou outra posição, mas acho que o Piolla exagerou em dizer que devolveria o Título de Cidadão Honorário. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
Também não defendo o Budel tripudiar sobre o tema. Democracia é isso.