1 de jul de 2011

Desfavelamento e recuperação de rio acabam com alagamento no Ouro Verde




O prefeito em exercício Chico Brasileiro, foi conferir na tarde de hoje o resultado das obras realizadas pela prefeitura no Arroio Ouro Verde, no Porto Meira. Naquela região, toda vez que chovia forte, o córrego transbordava e invadia as casas e barracos que ficavam às suas margens. Mas hoje a situação em nada lembrava aquela triste realidade.

Depois que os moradores da zona de risco foram transferidos para o Loteamento Buba, foi possível iniciar as obras de recuperação do rio que corta o bairro. Já foram feitos o alargamento das margens em três metros e aprofundamento de 1,5 metro do leito do rio.

“O resultado é muito bom. Se fosse numa outra época, com a chuva que caiu hoje, isso aqui estaria tudo alagado”, constatou o prefeito em exercício. Além da possibilidade de recuperação ambiental daquela região, a remoção deu mais qualidade de vida e casa própria para as 250 famílias que viviam em condições subumanas. “Com a retirada das famílias, recuperação do rio e a revitalização da área, numa próxima etapa das obras, o rio passa a ser atrativo para a população do bairro. Irá se tornar uma área de lazer, conforme prevê o projeto”, explicou Brasileiro.

Para que os alagamentos fossem evitados, foi feita uma espécie de caixa no rio, que acumula a água das chuvas e retarda a vazão. “A terra que foi retirada será removida e colocaremos outra camada de terra para que a vegetação volte a crescer”, detalhou o diretor de Serviços e Manutenção, da Secretaria de Meio Ambiente e Obras,  Luiz César Furlan.

Essa próxima fase deve estar concluída em quatro meses.As melhorias compreendem o trecho entre as ruas Javier Koelbel e a Golfinho, passando pela rua Águas Marinhas  até a avenida General Meira, perfazendo 1.500 metros de extensão. O perímetro urbano cujo arroio Ouro Verde está inserido é formado pelas avenidas Morenitas e General Meira e as ruas Tambaqui, Pérola e Javier Koelbl.

Obras - A prefeitura, além de promover a recuperação ambiental, irá implantar na área uma nova infraestrutura, com ciclovias, bosques, praças, quadras esportivas, calçadão para atividade física e academia ao ar livre, além de outras melhorias. Também será executada a obra de ligação entre duas ruas, Boto e Curt Clock, que hoje estão separadas pelo rio.

AMN

Nenhum comentário: