8 de set de 2011

Diretor da Guarda Municipal é acusado de tentar passar nota manchada em Lotérica



Na tarde da última terça-feira (06), por volta das 15:50 horas, a Central de Operações da Guarda Municipal, recebeu uma chamada de perturbação do trabalho, onde foi deslocada uma viatura até a Rua Xavier da Silva, em uma casa lotérica no centro da cidade.
No local a solicitante, narrou aos servidores municipais que a pessoa identificada como sendo Sandro Miguel de Souza, diretor da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, esteve naquele estabelecimento comercial. 
De acordo com o relato da trabalhadora, ele tentou passar uma nota de R$ 50.00 (cinqüenta reais), aparentemente com manchas de tinta da cor vermelha e a nota parcialmente ilegível. Seguindo as orientações do proprietário, a funcionária da casa lotérica, se recusou a fazer troca da referida nota.
Após ter recusada a nota, o diretor começou a desacata-la com a palavra “incompetente”.   A viatura da GM  esteve no local, e quando os agentes souberam que se tratava de um guarda municipal envolvido no incidente orientou a solicitante formalizar uma queixa junto à ouvidoria da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu. 
Com informações do Jornal Tribuna Popular

Nenhum comentário: