17 de ago de 2011

Vereadores querem explicação das autoridades sobre a demora para executar a obra em Foz

Projeto apresentado pela Prefeitura está orçado em R$ 1,2 milhão
Na última sessão ordinária do mês de agosto, foram aprovados três requerimentos cobrando a construção do viaduto no perímetro urbano da BR-277 em Foz do Iguaçu, na rotatória com a Avenida Paraná. O vereador Edílio Dall` Agnol (PSB), pede ao diretor geral da Usina de Itaipu, Jorge Samek, informações quanto à possibilidade da Binacional executar a obra. 


Já o vereador Carlos Budel (PSDB), requer do departamento de engenharia da Polícia Federal, um laudo sobre das fundações do viaduto que seria erguido no local na época da construção da BR-277. Todos esses temas devem ser discutidos com a comunidade e os responsáveis pela estrada numa audiência pública na Câmara Municipal. 


A iniciativa partiu dos vereadores Nilton Bobato (PC do B), Gessani da Silva (PP), e Rodrigo Cabral (PSB) através do requerimento no 252/2011, que pede um debate mais amplo sobre a construção do viaduto. Bobato usou a tribuna para defender a proposta e cobrar providências dos órgãos competentes.


“O que o antigo DNER fez com o contrato de execução da obra em 1995? Nós precisamos de uma explicação, ter acesso a esses dados”. O vereador também ressaltou a demanda de alunos que tem aumentado por conta das instituições de ensino superior instaladas na região norte do município, justificando a necessidade do viaduto para escoar o tráfego de veículos. 


“A cada ano, ingressam na Unila 700 novos alunos; em 2014 serão 10 mil estudantes, tem que haver um planejamento viário”.


Assessoria Câmara

Nenhum comentário: