28 de ago de 2011

Funcionário Público é preso suspeito de exploração sexual na Vila "A"




Após denúncias de vizinhos á Associação de Moradores, policiais militares, acompanhados de uma equipe do Conselho Tutelar, apreenderam, ontem, oito adolescentes com sinais de embriagues na casa do técnico da Justiça Federal do Trabalho, Celso Oliveira, de 47 anos. Ele reside sozinho numa casa na Rua Trinta Réis, no bairro Vila “A”. O suspeito disse aos policiais que os jovens são apenas amigos.

Quando os policiais entraram na casa se depararam com garrafas de bebidas alcoólicas vazias e preservativos usados. No momento os adolescentes assistiam filmes no computador do acusado. Segundo os conselheiros havia sinais claros de ter ocorrido uma orgia na residência do servidor público.

Dois outros jovens, possivelmente menores de idade, foram vistos deixando o local minutos antes da ação da PM. O Conselho Tutelar precisou usar uma van para levar o grupo até a Delegacia Especial do Adolescente (DEA).  A conselheira Fátima Dalmagro deve pedir a instauração de procedimento contra Celso Oliveira, que tentou atrapalhar o depoimento dos adolescentes, por fornecer bebidas alcoólicas para menores, exploração de crianças entre outros.



Segundo os conselheiros, o técnico aliciava os menores no Gramadão da Vila A.  Todos passarem pelo teste do bafômetro. Entre os oito menos e três adultos envolvidos, apenas um não apresentou sinal de embriagues.

O delegado de plantão, Marcos Araguari ouviu os menores. O acusado permaneceu detido na Polícia Civil. O titular do Núcleo da Criança e do Adolescente adotará, na próxima semana, as providências para o caso.

Com informações Radio Cultura

Um comentário:

Mauro Bandeira disse...

Marcelo ,

Parabéns , você foi o único que divulgou a notícia deste "cidadão" com todos os dados . Pena que não existam mais como você aqui e em vários municípios.