1 de ago de 2011

Alvaro Dias anuncia solução para agricultores brasileiros no Paraguai

Foto: Assessoria

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) anunciou em Plenário nesta segunda-feira (1º) não haver mais necessidade de realização de audiência pública para debater a situação dos agricultores brasileiros estabelecidos no Paraguai. O senador, que havia proposto a audiência antes do recesso, explicou que os conflitos na região foram encerrados e uma solução para o caso está sendo construída entre agricultores e autoridades paraguaias.

Na primeira quinzena de julho, agricultores brasileiros com terras na região de Santa Rita, no Paraguai, denunciaram estar sendo expulsos de suas propriedades. Os paraguaios alegariam que as terras eram deles, por meio da posse de títulos que, segundo os agricultores, seriam falsos. O impasse gerou confrontos entre agricultores brasileiros e sem-terras paraguaios, provocando, inclusive, atos de violência.

No último dia 15 de julho, os agricultores ameaçaram fechar as rodovias paraguaias com cerca de cinco mil tratores parados nas estradas. " Fui a Foz de Iguaçu para encontro com vereadores da cidade e com os chamados “brasiguaios”. O resultado foi excepcional. Em pouco tempo autoridades paraguaias agiram. Uma comissão foi instalada no Congresso paraguaio. E aquilo que nos preocupava não mais nos preocupa. Não há mais violência, houve solução. Neste momento, os brasiguaios não estão sendo atingidos por nenhum ato de violência, nenhum ato de despejo dos brasileiros instalados em suas propriedades no Paraguai. Não requereremos a audiência pública porque ela não se faz mais necessária", esclareceu o senador.

A ação do governo do Paraguai foi prometer a troca de parte da direção do órgão federal que conduz a reforma agrária no país e a realização de um levantamento da situação fundiária, a fim de garantir a legalidade das propriedades dos colonos.

Da Redação / Agência Senado

Nenhum comentário: