13 de jul de 2011

Agentes da Força Nacional deixam de atuar em Foz do Iguaçu


Agentes da Força Nacional que há mais de um ano atuam na fiscalização e no combate ao crime na fronteira dando apoio as ações da Polícia Federal devem deixar Foz do Iguaçu. A Operação Sentinela era uma das ações que o grupo mais atuava.
Para delegada sindical da Polícia Federal em Foz, Bibiana Orsi, a retirada dos policiais da fronteira é normal. "A Força Nacional existe para atuar temporariamente em situações pontuais de emergência, mas o que nós desejamos é que sejam enviados policiais federais, rodoviários e servidores da Receita Federal para que estes sim possam fazer seu trabalho e não outras forças" considerou.
O Ministério de Planejamento em reuniões recentes em Brasília destacou a realização de concursos para a Polícia Federal ainda este ano. "Com um pouco de vontade das autoridades em Brasília o efetivo da Força Nacional pode ser facilmente substituído por Policiais Federais, Rodoviários e servidores da Receita em missão nessas faixas de fronteiras e o resultado será prontamente notado pela população" acrescentou Bibiana.
A assessoria de imprensa do Ministério da Justiça informou que para os agentes da Força Nacional retornarem a Foz do Iguaçu é necessário que o governador do Paraná, Beto Richa oficialize o pedido. A base da Força Nacional também seria destituída em Ponta Porá (MT) no entanto, conforme informou a imprensa daquela cidade forças políticas fizeram com que o Ministério da Justiça repensasse a decisão e mantivesse os agentes na cidade. Em Foz do Iguaçu ainda não há manifestações públicas para a permanência da Força.
CGN

Nenhum comentário: