22 de jun de 2011

“ A ajuda da ministra Gleisi Hoffman é fundamental”, afirma secretário de Esportes

Investimento no Centro Olímpico é de R$ 21 milhões

O secretário de Esportes, Márcio Ferreira, segue otimista na cruzada do Município para construir um Centro Olímpico na Vila A.  A motivação vem da nomeação da senadora, Gleisi Hoffman, para o Ministério da Casa Civil. De acordo com ele, um primeiro contato já foi realizado com a assessoria da ministra, e após a composição de equipe de trabalho na Casa Civil, uma reunião será agendada.
O assunto em pauta é a liberação de recursos para o Centro Olímpico. O projeto audacioso inclui a construção de um ginásio para sete mil pessoas, um campo com arquibancada com capacidade para três mil expectadores, uma pista de atletismo, um alojamento, complexo aquático com piscinas olímpicas e outros campos de treinamento.

A ajuda da ministra Gleisi Hoffman é fundamental. Existe R$ 200 milhões disponíveis no Ministério do Esporte para infraestrutura em esporte de alto rendimento. O apoio político pode ajudar na liberação dos recursos”, acredita Ferreira.
O secretário de Esportes comentou que no ano de 2010 o Ministério dos Esportes liberou R$ 100 milhões, mas os projetos das cidades não atenderam os requisitos básicos, e o dinheiro nem saiu dos cofres federais. O contrário ocorre com a proposta iguaçuense.


"Foz recebeu 28 mil atletas no ano passado", diz Ferreira (Foto: Blog do Mafra)
 
“O projeto segue os padrões solicitados. Diferente dos outros municípios, Foz tem uma estrutura hoteleira e de aviação suficiente para sediar competições internacionais, principalmente ser subsede de uma seleção na Copa de 2014. O que nos falta é a estrutura esportiva”.
O valor do Complexo Esportivo é de R$ 21 milhões. Em julho, já está programada uma rodada de reuniões no Ministério dos Esportes  Uma das soluções discutidas entre o secretário e os representantes do Governo Federal foi a separação das obras do projeto.
“Visando a proximidade da Copa, surgiu a ideia de que as chances de aprovação cresceriam com a liberação de  recursos para a construção do estádio e outros campos de treinamento, além do ginásio,  o que facilitaria a escolha de Foz para recepcionar uma das seleções do Mundial em 2014. A pista de atletismo e as piscinas entrariam em outro pacote de obras”, explicou.
Ferreira também comentou que nos próximos meses Foz será palco de importantes jogos de basquete e futsal. A cidade receberá jornalistas de todo o país. “A licitação já foi aberta e o Ginásio Costa Cavalcanti receberá um investimento de R$ 500 mil para sediar partidas destas duas modalidades”.
Em julho, Falcão, o melhor jogador de futsal do mundo, estará em quadra com Seleção Brasileira para enfrentar o Paraguai. Entre os dias 24 e 26 de agosto é a vez dos atletas do basquete brasileiro disputar um torneio de preparação  para o Pré-Olímpico na Argentina. A Copa Jenaro Tuto Marchand vai reunir astros das seleções do Brasil, Canadá, Porto Rico e República Dominicana. O evento terá apoio de Itaipu e Eletrobrás.

Nenhum comentário: