5 de ago de 2011

Eles podem? STF quer salários de R$ 30 mil para ministros

Foto: Nelson Júnior/ STF


O Supremo Tribunal Federal aprovou na quarta-feira sua proposta orçamentária para 2012, que prevê, além de R$ 4 milhões para trocar vidros da sede (com a possibilidade de blindagem) e um projeto de R$ 2,8 milhões para construir um prédio da TV Justiça, um salário de R$ 30,6 mil aos ministros. 

Atualmente um ministro do Supremo ganha R$ 26.725, valor que representa o teto do funcionalismo público. Os dados foram enviados à Presidência, que repassará a proposta ao Ministério do Planejamento para incluí-la no Projeto da Lei Orçamentária Anual, a ser enviado ao Congresso até o fim do mês.

No total, o STF quer um orçamento de R$ 614 milhões para o ano que vem. Só para obras e projetos, o Supremo pede R$ 18,9 milhões. Além dos vidros e prédio para a TV, o valor contempla um projeto de R$ 2,8 milhões para a ampliação da garagem do tribunal, modernização da iluminação (R$ 787 mil) e a construção duma torre para abrigar três novos elevadores (R$ 3 milhões) - com projeto do escritório de Oscar Niemeyer.

"São obras absolutamente indispensáveis", diz o diretor-geral da Corte, Alcides Diniz. Fora as obras, R$ 391 milhões são referentes a gastos com pessoal. O valor foi calculado pelo tribunal já levando em conta a aprovação de projetos de leis que tramitam hoje no Congresso prevendo reajustes no subsídio dos ministros e no plano de carreira dos servidores do Judiciário. O valor enviado este ano é R$ 10 milhões maior do que o proposto em 2010 (R$ 604 milhões). 

AG.Estado

Nenhum comentário: