19 de nov de 2011

Prefeitura de Foz inova para evitar epidemia de dengue



O país inteiro se prepara para combater o mosquito transmissor da dengue. A chegada das altas temperaturas e o registro do sorotipo 4, mas uma variação da doença, aumenta o risco de epidemia. 


Em Foz do Iguaçu, uma grande campanha popular, prevista para ter início no dia 28, promete mobilizar a população da cidade no combate ao Aedes Aegypt. Os alvos da estratégia inédita são os pátios e interior das residências, onde foram identificados 85% dos criadouros.

A estatística apontada pelo Centro de Controle de Zoonose (CCZ) mostra que os métodos tradicionais já não são suficientes para conter a doença. Os procedimentos, como a eliminação de água parada e a limpeza dos terrenos, ainda são fundamentais, e servem para reduzir os focos, porém, não são mais capazes de impedir a reprodução do mosquito.

A fêmea se tornou mais resistente e já não precisa exclusivamente de locais com água acumulada para depositar os ovos, que podem sobreviver por 300 dias. Diante disso é necessário buscar novas formas de combater a dengue. Uma delas foi encontrada em Foz.



Serão distribuídos gratuitamente sprays de inseticida em todas as casas, lojas e fábricas. 

“Nós não vamos esperar de braços cruzados. Vamos acabar com a fêmea do mosquito antes de depositar os ovos. Precisamos do apoio da população e nós vamos mostrar que o povo não se dobra para essa doença. Se conseguirmos eliminar o Aedes Aegypt, seremos exemplo para o país”, destacou o prefeito Paulo Mac Donald durante entrevista coletiva.



Mac Donald explicou que os produtos serão entregues pela multinacional Raid. O valor cobrado de cada unidade será de R$ 1,00 para cobrir impostos. O spray normalmente custa R$ 8,00 no mercado.


“Só quem viu enfermaria com pacientes com dengue sabe como as pessoas sofrem com esta doença. Esses sprays foram obtidos com um telefonema, e a multinacional submeteu a nossa solicitação á diretoria e depois de três dias confirmaram a doação”, destacou o prefeito.


Leia mais 

Nenhum comentário: